Ipanema   R. Visconde de Pirajá 550, sala 1209                 

Niterói       R. Cel. Moreira Cesar 160, sala 1112 - Icaraí     

  (21) 3577-8078

(21) 2705-6646

Cirurgias

Artroscopia 
 
Cirurgia minimamente invasiva feita, em geral, através de 2 pequenos orifícios na pele, por onde entram uma câmera e pequenas pinças para tratamento de diversas lesões, como por exemplo:
- lesões de meniscos
- lesões de cartilagem
- retirada de corpos livres
 
Reconstrução Ligamentar

 

Rupturas ligamentares podem levar à instabilidade do joelho e sua degeneração precoce, doença conhecida como artrose. Dentre os ligamentos mais acometidos são exemplos:

- Ligamento cruzado anterior (LCA)

- Ligamento cruzado posterior (LCP)

- Ligamento colateral medial (LCM)

- Canto póstero-lateral (CPL)

- Ligamento patelo-femoral medial (retináculo medial)

Sutura de Menisco 

 

Meniscos correspondem aos amortecedores do joelho. São estruturas de consistência elástica, localizadas entre o fêmur e a tíbia, e têm por função a absorção de impacto. Contribuem em menor escala com a estabilidade e lubrificação do joelho. Quando lesionados, todo esforço deve ser feito para que essas nobres estruturas sejam salvas. A sutura, com pontos no menisco busca facilitar sua cicatrização, preservando suas funções. 

Auto-transplante de cartilagem 
 
Para algumas lesões de cartilagem, principalmente em pacientes jovens, existe a possibilidade de auto-transplantar cartilagem de uma área menos solicitada para o local da lesão. A cirurgia, denominada Mosaicoplastia, tem por objetivo cobrir a área lesionada com cartilagem íntegra, e evitar o surgimento da degeneração precoce da articulação.
 
Viscosuplementação 
 
Ainda não existe tratamento definitivo para a degeneração da cartilagem, porém um dos tratamentos não cirúrgicos para a dor da artrose é a injeção de Ácido Hialurônico dentro da articulação. Este medicamento de alta viscosidade, lubrifica melhor a articulação reduzindo a inflamação e a dor.
O procedimento é rápido e praticamente indolor, feito no consultório com anestesia local. O paciente pode caminhar após a aplicação. A maioria dos pacientes relata melhora importante da dor, mobilidade, crepitação, qualidade de vida e diminuição da ingestão de medicamentos analgésicos depois das aplicações. Uma pequena parcela dos paciente não responde ao tratamento
Artroplastia 

 

Também conhecida como Prótese do Joelho, é uma das últimas soluções para a artrose, estando indicada quando os tratamentos não cirúrgicos como medicamentos, fisioterapia e viscosuplementação falharam na melhoria dos sintomas. Apesar de ser uma cirurgia de grande porte, seus resultados mostram-se satisfatórios em mais de 90% dos pacientes, levando ao alívio das dores e melhora da qualidade de vida na maioria dos casos

Correção de deformidades 
 
Algumas deformidades, sejam elas após uma lesão ou sem causa conhecida, podem ser progressivas e levar ao desenvolvimento de artrose dos joelhos. Nesses casos está indicada a correção do eixo da perna através de cirurgia chamada de Osteotomia. Dentre as principais lesões que levam à essas deformidades, estão as lesões de menisco, fraturas e instabilidades ligamentares